Olá.

Seja bem vindo ao nosso blog. Nós somos 4 viciados em CrossFit que resolveram se juntar pra contar pra você tudo que a gente sabe e curte! Esperamos que você goste!

A história do atleta Ben Smith

A história do atleta Ben Smith

Com 26 anos a serem completados esse ano, Ben Smith vai tentar – e provavelmente conseguir – sua nona participação no CrossFit Games. Exatamente....nona! Sua primeira participação foi em 2009 aos 19 anos de idade, em que terminou no 64º lugar. Seu pai, militar, foi quem o apresentou o CrossFit aos 16 anos de idade. Como queria ser um jogador de baseball, ele achou que o CrossFit seria ideal para ajudá-lo nisso. 

À época não era comum tanta box de CrossFit como se tem hoje. Ele via os WODs no site e procurava sobre padrão de movimentos além de como construir sua própria box na garagem em vídeos na internet. Alguns de seus vídeos treinando na garagem na frente de uma geladeira ainda podem ser vistos no youtube! Quando descobriu que os regionais seriam perto de sua casa em 2009 ele se inscreveu...e ganhou! Ganhou com uma vitória no último wod! Na época, fazer 21-15-9 de squat snatch com 95 lbs e chest-to-bar pull ups era sofrido para várias pessoas, mas para ele foi fácil...

Desde então, Ben Smith não largou mais o CrossFit e as competições. Hoje em dia é dono de sua própria filial, a CrossFit Krypton em Chesapeak, Virginia. Além de treinar lá, ele também é coach (porém não o head coach) e tem seu próprio programa de treinamento para atletas de alto nível: Ben Smith Blueprint. -
Nas oito vezes em que competiu, ele terminou no pódio 4 vezes! Dois terceiros lugares em 2011 e 2013. Em 2015, ele foi o primeiro a ganhar o CF Games depois que Rich Fronning abandonou a competição individual. De acordo com ele, o Games de 2015 foi o primeiro que ele participou sem estar lesionado. E era o que ele prometia ano passado. Em 2016, ele foi para defender seu campeonato....Mas encontrou um Mathew Fraser determinado, e teve que se contentar com o segundo lugar em 2016.

Para mim, sua maior marca é a frieza e o ritmo próprio durante os WODs. Quando você menos espera, ele está lá...na frente de todos. Nos invitationals dezembro passado, representando o time EUA, ele teve que lidar com uma lesão séria nas costas que prejudicou seu desempenho. Vamos ver como isso o afetou esse ano e como o novo embate Ben Smith x Mathew Fraser se desenrolará!

COMO SE DAR BEM NO OPEN

COMO SE DAR BEM NO OPEN

Conheça a campeã do Crossfit Games de 2016: Katrin Davidsdottir

Conheça a campeã do Crossfit Games de 2016: Katrin Davidsdottir