Olá.

Seja bem vindo ao nosso blog. Nós somos 4 viciados em CrossFit que resolveram se juntar pra contar pra você tudo que a gente sabe e curte! Esperamos que você goste!

Hugo Cross entrevistou o atleta do CrossFit Games: Travis Williams

Hugo Cross entrevistou o atleta do CrossFit Games: Travis Williams

Muitos entram no CrossFit e se impressionam com a mudança em pouco tempo em seus próprios corpos. Com Travis Williams (@travismfwilliams),  a mudança foi drástica, não apenas na parte física,  mas em toda sua vida. Ele estava mais de 30 kgs acima do peso quando começou o CrossFit. Um acidente de carro que o fez parar de jogar baseball. Hoje ele é um competidor de elite, tendo indo ao CrossFit Games dois anos consecutivos, 2015 e 2016. Ele disputa a Regional Sul, a mesma que os atletas brasileiros tentam as suas vagas. Nos últimos dois anos ele conquistou o segundo lugar na regional sul e ano passado ficou na espetacular 19º posição no CrossFit Games. Ele gentilmente concordou  em responder algumas perguntas para a gente!


Ficha Técnica:

Qual afiliada de CrossFit que você treina? Eu treino na U Can Crossfit, na cidade de League, Texas.

Há quanto tempo  você treina? Eu tenho feito CrossFit há 5,5 anos.

Qual benchmark favorito?  Isabel é o meu benchmark favorito.

Qual seu ponto forte no CrossFit? Minha força no CrossFit é a habilidade que tenho de sofrer em treinos fáceis. 

Nota do HC: ou traduzimos errado ou confiamos no seu estranho senso de humor (só ver a página dele no instagram...)

Nota do HC: Isabel é o WOD com 30 snatches por tempo.

HC: Diferentemente de muitos atletas de CrossFit, você não foi um atleta a sua vida toda. Eu li que você jogou baseball até sofrer um acidente de carro. Quando você começou CrossFit, contudo, você estava 32 kgs acima do peso em 2011. A foto da sua transformação é impressionante. Quando você decidiu que era hora de fazer algo e começou o CrossFit? E por que CrossFit?

TW: Eu fui um jogador de baseball até 2009 quando tive um acidente de carro e quebrei meu joelho. Em Agosto de 2011 eu me encontrava com 121 kgs e decidi que eu precisava perder peso. Minha irmã estava fazendo CrossFit já tinha perdido quase 14 kgs, então eu decidi que tentaria isso com ela. Uma vez que eu entrei na academia, eu nunca mais olhei para trás.

NOTA do HC: sim, eles não falam box. Eles falam gym....

HC: Você poderia descrever mais ou menos a sua rotina? Como é seu dia a dia de trabalho? Quantas horas por dia você treina e quantos dias na semana? Você faz seu próprio planejamento de treinos ou você tem um coach?

TW: Num dia típico para mim eu acordo e dou duas aulas. Tomo café e volto a dormir. Então eu tomo café da manhã de novo e vou treinar perto das 11:30. Eu faço levantamento e um treino de condicionamento metabólico e então eu almoço. Volto para a academia para fazer treinos intervalados e um condicionamento aeróbico. MisFit Athletics faz toda a minha programação. Eu faço o que eles me mandam.

Nota do HC: Missfits Athletics é um site que você pode ter acesso a uma programação gratuita! Mas se quiser algo mais personalizado, vai custar!

HC: Como você se prepara para atacar cada WOD do Open? Você os refaz diversas vezes?

TW: No passado eu cheguei a refazer os WODs. Este ano eu tenho dado na minha primeira tentativa meu melhor esforço e tenho ficado satisfeito com isso. A única coisa que eu espero do open é estar no top 3 para garantir meu lugar na última bateria dos Regionais com Roy, Logan e Sean.

Nota do HC: Roy Gamboa, Logan Collins e Sean Sweeney...seus companheiros de South Regional.

HC: Em apenas dois anos, em 2013, você já estava competindo em nível regional, com um time. Depois você foi competir na categoria individual em um regional em 2014, e já em 2015 você conseguiu a sua primeira classificação para o Games. Como foi a mudança para esse lado competitivo do CrossFit? Desde o início você soube que queria competir em alto nível?

TW: Eu comecei a me tornar competitivo em 2012. Eu descobri como o eram o Games e quão bom todos eram, e eu nunca estava satisfeito em quão bom eu era. Isso tudo se escalonou até o momento em que eu consegui me qualificar para o Games.

HC: Ano passado foi seu segundo ano no CrossFit Games. Em 2015 você terminou em 32º. Em 2016 você foi para a 19ª colocação. A pressão melhorou seus resultados? Você credita essa melhora a sua força mental, experiência ou preparação física?

TW: Eu acho que minha grande melhora em 2016 foi toda por causa da experiência. Saber como cuidar do meu corpo e ter certeza que me alimentei o suficiente. A preparação foi um pouco melhor também.

HC: Em todas as competições de CrossFit, qual foi o seu evento favorito? Pode ser do open, regionais ou do Games...qual que você se lembra que gostou mais? E qual foi o pior?

TW: WOD favorito de todos os tempos foi Randy. Melhor WOD foi o 15.5. WOD que mais odiei foi o “climbing snails” no CF Games.

Nota do HC: Randy esteve nos regionais de 2015, 75 snatches for time com 75 lbs. Travis finalizou em 2’35” e ficou em primeiro. O 15.5 era o 27-21-15-9 de calorias no remo e thruster (95/65 lbs). O evento “climbing snails” no games era 3 Rounds de 500m de corrida pela arquibancada, duas subidas na corda, empurrar a “lesma” criada pelo Rogue por 40 pés, e subir mais duas vezes na corda. Detalhe que era aquela corda que começava a uma determinada altura da sua cabeça, então parte deveria ser legless.)

HC: Se você vai fazer um WOD que você não sabe o que é...o que coloca na sua mala? Você tem algum equipamento que sempre tem que estar com você?

TW: Minha mala de academia tem dois cintos, duas cordas de pular, tênis de levantamento da Reebok, glutamina, creatina, BCAA e pó de beterrada. Voodoo Floss, goat tape e straps para levantamento. E óculos de natação.

HC: Como você enfrenta o Games todo ano? Você tem um plano e pensa em tudo ou apenas vai com o que vier, e faz seu melhor a cada evento? Qual seu objetivo para o Games desse ano?

TW: Quando eu não sei o treino, eu vou e escuto o que meu corpo me diz conforme faço. Eu sei os tempos e sei quando forçar o ritmo e quando não forçar. Meu objetivo agora é chegar aos Games. Uma vez que eu faça isso, eu devo dar o melhor que conseguir com os eventos que são dados para ter sucesso. Não importa a colocação que eu fique. Se eu executar, eu terminarei bem. Se não, terminarei mal.

Muito obrigado. Espero que isso ajude!

 

VERSÃO ORIGINAL EM INGLÊS

 

 

 Quick Profile

Which CrossFit affiliate do you train? I train at U Can Crossfit in League City Texas.
How long have you been training CrossFit? I have been crossfiting for 5.5 years 

What is your favorite Benchmark? Isabel is my favorite benchmark 

What is your strength in CrossFit? My strength in crossfit is my strength and ability to suffer on the easy workouts.

HC: Unlike a lot of CrossFit athletes, you were not an athlete you entire life. I read that you played basketball (*ops…it was meant to be baseball*) up to a car accident. When you started CrossFit, however, you were 70 lbs overweigth back in 2011. Your transformation photo is incredible! When did you decided to actually do something and started CrossFit? And why CrossFit?

TW: I was a baseball player until 2009 when I got in a car accident and broken my knee. In August 2011 I found myself at 268 lbs and decided I needed to lose weight. My sister had been into crossfit and had lost 30 pounds herself so I decided I would try it out with her. Once I walked into the gym I never looked back. 

HC: Can you describe more or less you routine? How is your everyday life and work? How many hours a day you train and how many days a week? Do you do your own planning or do you have a coach?

TW:  A typical day for me I wake up coach 2 classes. Eat breakfast go back to sleep. Then I eat breakfast again and go workout at about 1130am. I hit a lift and a metcon then eat lunch. Then back to the gym for some intervals and aerobic conditioning. Then I coach two more classes and eat dinner. Misfit Athletics writes all my programming. I just do what they tell me. 

HC: How do you prepare yourself and attack each open work out? Do you redo them multiple times?

TW: In the past I have redone workouts. This year I have given my first attempt my best effort and been satisfied with it. The only thing I want out of the open is a top 3 spot to guarantee me a spot in the final heat of regionals with roy and Logan and Sean. 

HC: In just 2 years, in 2013 you were already competing at Regional level with a team. You then went on to compete as an individual in regional in 2014, and already in 2015 you ended up qualifying for the Games! How was this change to the competitve side of CrossFit? Since the beginning you knew you wanted to compete at this higher level?

TW: I started getting competitive in 2012. I found out what the games was and how good everyone was. and I was never satisfied with how good I was. That escalated into doing everything it took to qualify for the games in 2015.

HC: Last year was your second year at the CrossFit Games. In 2015 you were 32nd. In 2016 you went to 19th place! Has the pressure for better results increased? Do you credit this improvement to mental strength, experience or better physical preparation?

TW: I think my big improvement in 2016 was entirely because of experience. Knowing how to take care of my body and making sure I ate enough. Preparation was a little bit better as well. 

HC: In all these CrossFit competitions events...which one was your favorite? It can be from the open, the regional or the Games...which one do you remember to have enjoyed yourself the most? And what was the worst?

TW: Favorite wod ever was randy. Best wod ever was 15.5. Wod I hated the most was the climbing snail at the games. 

HC: If you have to do a workout that you do not know what it is...what do you put in your bag? Do you have gears that must be with you?

TW: My gym back has 2 belts 2 jump ropes reebok Olympic shoes glutamine creatine bcaa and beat powder. Voodoo floss goat tape and lifting straps. And goggles. 

HC: How do you face the games every year? Do you have a plan and overthinks everythink or just go with the flow, and do your best on every single event? What is your goal for the Games this year?

TW: When I don't know a workout I go into it and just listen to what my body tells me as I go through it. I know time domains and I know when to push the pace and when not to. My goal right now is to get to the games. Once I do that I must perform to the best of my ability with the events given to me to be successful. Doesn't matter what place i get. If i execute I will finish high. If not I will finish low.

Thanks a lot!! Hope this helps !

Review do Metcon 3

Review do Metcon 3

A dieta de um Crossfiteiro

A dieta de um Crossfiteiro