Olá.

Seja bem vindo ao nosso blog. Nós somos 4 viciados em CrossFit que resolveram se juntar pra contar pra você tudo que a gente sabe e curte! Esperamos que você goste!

O Snatch

O Snatch

Objeto de desejo e frustração. Lindo e sofrido ao mesmo tempo. Causador de amor e ódio. Assim pode ser caracterizado um dos movimentos mais complexos que do CrossFit. Diferentemente do muscle up ou do double under, de um jeito ou de outro, todos fazem algum tipo de snatch...e, por isso, todos tem algum sentimento por ele.

“A barra é posta horizontalmente em frente às pernas do levantador. Ela é pegada, com as palmas para baixo, e puxada num único movimento da plataforma para a extensão completa de ambos os braços acima da cabeça, enquanto separando ou dobrando as pernas”. Numa tradução livre, assim começa a definição de snatch (ou arranco, no Brasil) de acordo com a federação internacional de levantamento de peso, a International Weghtlifting Organization.

Num artigo de 2010 no CrossFit Journal, Bill Star, que já treinou a equipe americana de levantamento de peso, chama a atenção da dificuldade técnica de realizar um snatch. Afinal de contas, você tem que puxar o peso para cima com força e rapidez, e depois reverter completamente sua chave mental para descer de forma explosiva para baixo da barra. A posição dos pés, do corpo, e o travamento dos braços deve ser perfeito ou o erro é certo. E todo crossfiteiro que se preze sonha com aquele snatch perfeito...tão difícil de realizar, que já nos gerou múltiplos memes por isso. No mesmo artigo, Bill Star completa que o único movimento no esporte que se compararia em termos de dificuldade técnica e de necessidade de concentração seria o salto com vara.

Obviamente há uma diferença técnica importante quando falamos de snatch no CrossFit e snatch nas olimpíadas. Nas olimpíadas, o braço deve ser travado na extensão e o cotovelo não pode dobrar em nenhum momento após o recebimento do peso (a não ser que você tenha uma restrição nesse sentido). Não pode haver um press posterior. No CF, pequenas falhas como essa são permitidas...pois o que importa é mandar o peso para cima da cabeça. Aquele empurrãozinho básico final para garantir o rep do judge.

Em se tratando de pesos máximos, a diferença entre os recordes olímpicos e marcas no CF é brutal em alguns casos. Claro que os objetivos são diferentes...o crossfiteiro é, de forma geral, não especializado e tem que aprender uma série de movimentos e tipos de treinamentos diferentes. Enquanto um levantador de peso procura levantar o maior peso possível apenas. Se forcarmos apenas nos crossfiteiros temos, de acordo com o aplicativo Beyond the White Board, que

75% dos homens que cadastraram seu resultado de 1 RM levantam no snatch algo entre 105 lb e 198 lbs. Levantar mais que 198lbs te poria entre os top 15% do mundo. E levantar mais que 225 lbs te colocaria no top 5%.

No caso das mulheres, 62% levantam entre 66 lbs e 110 lbs. Um snatch de 116 lbs te colocaria entre as top 15% do mundo, enquanto que um de 137lbs te colocaria entre as 5%.

Você que tem um bom snatch poderia até ficar feliz vendo isso. Mas não se esqueça que para estar na elite mundial, você tem que levantar pelo menos mais de 265/165 lbs. Esse é o PR atual do Anderon Primo, 265 lbs. Ben Smith tem um PR de 300 lbs, Rich Froning de 305 lbs e Matt Fraser de 315 lbs. Entre as mulheres, Katrin Davidsdottir tem um PR de 192 lbs, Camille Leblanc-Bazinet 190 lbs, Sarah Sigmundsdottir de 198 lbs e a musa Brooke Wells de impressionantes 215 lbs. A nossa brasileira mais bem posicionada nos regionais ano passado, Anita Pravatti, tem um PR de 185 lbs. Esses são alguns exemplos que retirei direto do site da CF.

É realmente impressionante perto do que eles ainda tem que ser bons, como movimentos ginásticos e monoestruturais. Mas longe do que levantam os atletas olímpicos. Nos campeonatos mundiais e olimpíadas, há 8 categorias diferentes que mudam com o peso de cada atleta tanto no feminino quanto no masculino. Isso por que quanto mais pesado for o atleta, maior o peso que ele conseguirá levantar.

Os atletas de elite masculino de CF pesam com na média entre 85 kgs e 95 kgs. Se analisarmos os recordes mundiais de snatch nessas categorias temos: para atletas até 85 kgs, o recorde mundial é de 412 lbs. Até 94 kgs, o recorde é de 414 lbs. E para atletas que pesam até 105 kgs, o recorde mundial é 422 lbs.

As atletas de elite do feminino de CF pesam entre 58 e 69 kgs na média. Algumas mais e outras menos. Mas vamos focar nesse intervalo. O recorde mundial até 58 kgs do snatch é de 247 lbs; para atletas até 63 kgs é de 258 lbs. Por fim, para atletas até 69 kgs, o recorde mundial é de 282 lbs.

Há uma variação grande de carga levantada dependendo do peso. O recorde mundial de snatch até 56 kgs no masculino é de 139 kgs; enquanto que para quem pesa mais que 105 kgs é de 217 kgs. No feminino, o recorde de snatch até 48 kgs é de 98 kgs levantados, enquanto para quem pesa mais que 90 kgs é de 155 kgs. Mas como comparar atletas da mesma categoria mas com pesos corporais diferentes ou mesmo atletas de categorias diferentes? Para isso se usa o coeficiente Sinclair. Desenvolvido nos anos de 70 pelo Dr. Roy Sinclair, ele é baseado nos recordes de cada categoria e consegue determinar se o desempenho de um atleta de 60 kgs é superior ao de 105 kgs de acordo com o que cada um levanta. Afinal, é fácil ver que, relativo ao peso corporal, o atleta recordista até 56 kgs parece ser mais forte do que o que pesa mais que 105 kgs.

Pensando nisso, podemos perguntar...por que não há separação por peso no CrossFit? Ora...a ideia do CrossFit é que você seja bom em tudo. Se você tem um snatch de 405 lbs mas não consegue fazer um Fran abaixo de 2’30”, por exemplo, ou morre para correr uma milha...você se dará mal em alguma prova. E, portanto, não estará na elite do esporte. Por isso também houve tanta reclamação na utilização do coeficiente Sinclair no último torneio CrossFit Brasil...por que a variação do CF já deve ser capaz de premiar/prejudicar o mais pesado/leve...e, portanto, não é algo que deve ser levado em consideração na hora de uma prova de repetição máxima.

Ela é a 5a "fittest woman on earth": conheça Kari Pearce

Ela é a 5a "fittest woman on earth": conheça Kari Pearce

Eu preciso comprar uma corda(jump rope) pra CrossFit?

Eu preciso comprar uma corda(jump rope) pra CrossFit?