Olá.

Seja bem vindo ao nosso blog. Nós somos 4 viciados em CrossFit que resolveram se juntar pra contar pra você tudo que a gente sabe e curte! Esperamos que você goste!

A relação Reebok & CrossFit

A relação Reebok & CrossFit

Você sabe por que a Reebok tem tanta influência no CrossFit? A ponto dos games se chamarem Reebok CrossFit Games? Pois é. aproveitando o clima de verdadeiro encantamento que o Crossfit Games nos proporcionou há algumas semanas, por termos visto nossos ídolos em ação sendo testados ao limite e envolvidos em emocionantes disputas, tudo aliado à uma mega estrutura e à atmosfera mágica criada nestes 4 dias de evento, achamos interessante escrevermos a respeito da parceria entre Reebok e Crossfit, talvez a grande responsável por esse sucesso todo.

É claro que toda a estrutura e o evento em si é viabilizado pelas parcerias com diversas marcas de produtos que, ao longo do tempo, se associaram à Crossfit, como a Rogue, por exemplo. No entanto, o principal parceiro e patrocinador master é de fato a Reebok e, daí o "Reebok Crossfit Games".

Há quem acredite que, nesta parceria, a Reebok seria a mais beneficiada, por ter se reinventado no esporte e alavancado suas vendas voltadas ao mercado fitness global. No entanto, embora ela colha sim, bons frutos decorrentes da associação das marcas, a verdade é que alguns aspectos nos fazem acreditar que foi justamente a associação com a Reebok que alçou e consolidou a Crossfit no patamar de marca mundialmente conhecida.

Para quem não sabe, a Reebok foi comprada em 2005 pela Adidas pela bagatela de R$ 8,9 bi. A Adidas é  gigante no ramo de material esportivo e principal concorrente da Nike, que hoje é quem domina o mercado mundial. Assim, embora a Reebok não gozasse da mesma reputação de antes da aquisição pela Adidas, ela já era uma marca mundial quando estabeleceu a parceria com a Crossfit e com muita musculatura financeira, por passar a pertencer ao grupo Adidas.

A Reebok sacramentou uma relação inteligente com a CrossFit em 2010, tornando-se seu parceiro oficial e formalizando um acordo de 10 anos que a permite, inclusive, vetar concorrentes de estampar suas marcas em qualquer produto mencionando expressamente a marca Crossfit. Já em em 2011, a Reebok ganhou seu nome no CrossFit Games, que passou a se chamar Reebok Crossfit Games. À época DaveCastro afirmou: "A Reebok está nos ajudando a levar o evento ao próximo nível em termos de exposição e o que eles podem fazer para os atletas.”

Essa diferença de nível já foi sentida em 2011, o primeiro ano da parceria, quando houve um salto gigantesco no valor dos prêmios em dinheiro, que foi de US$ 25.000 em 2010, para uma bolsa total de US$ 1 milhão para 2011, sendo US$ 250.000 para o melhor atleta masculino e feminino. E isso só foi possível graças à parceria com a Reebok. Hoje, como já tratamos em outra matéria recente, o prêmio total é de: US$ 2.6 milhões e chegará a US$ 3 milhões em 2020.

Mais do que apenas uma parceria comercial, a Reebok incorporou o regime de treinamento da CrossFit em sua filosofia corporativa, bem como nas operações do dia-a-dia, tendo inclusive, aberto uma box de CrossFit no Reebok Headquarter, contratando atletas de CrossFit de elite como treinadores.

A Reebok ainda desenvolve o design dos produtos em parceria com a Crossfit, os especialistas em vestuário e calçados da Reebok buscam ativamente o feedback dos atletas da CrossFit e, assim, incorporam suas ideias sobre questões relacionadas ao design, ajuste e sensação. Ou seja, a parceria entre a Reebok e a CrossFit é verdadeiramente única, pois as pessoas encarregadas de projetar estão vivendo o produto.

Isso, estrategicamente, resultou em um fortalecimento da marca, com o crescimento demográfico da CrossFit e, em última análise, vem ajudando a empresa a produzir a melhor qualidade tanto nos tênis, quanto no vestuário e acessórios. Os atletas de Crossfit incorporam 2 importantes características que têm considerável apelo de marketing e ressonância vistos pela Reebok, que são disciplina e intensidade.

O crescimento da Crossfit já em 2011 foi surpreendente. À época Castro afirmou: "Em 2011, houve a primeira rodada de qualificações on-line para ajudar a agilizar o processo e a demanda foi irreal. Saltou de 4.500 em 2010, para 29 mil pessoas no Open em 2011, incluindo pessoas de todos os continentes e mais de 100 países, incluindo China e Índia ". Em 2017 já tivemos mais de 387 mil inscritos no Open.

Estima-se que hoje a Crossfit movimente redor do mundo algo em torno de US$ 4 bilhões em vendas. Em decorrência desse crescimento catapultado pela parceria entre as marcas, o interesse das emissoras de tv em transmitir o Games e o mundo Crossfit está crescendo muito, sendo que em 2016 o Games foi transmitido pela ESPN e em 2017 pela CBS Sports. Isso sem contar com a transmissões via web, antes pelo youtube e agora por  facebook, site da Crossfit e da CBS Sports. No Brasil, soubemos que o grupo Globo adquiriu recentemente os direitos de transmissão do Crossfit Games, ou seja, teremos mais conteúdo e exposição do nosso querido esporte daqui em diante.

Desde a origem do Crossfit Games no Rancho da família de Castro em 2007, passando por Carlson e agora na nova sede em Madison, é notório o crescimento que a Reebok e Crossfit proporcionou a esta modalidade, sendo que a mudança de Carlson para Madison, já foi realizada em decorrência da falta de estrutura para tanta gente.

Especialistas em negócios e marketing, afirmam que a estratégia da Reebok foi muito acertada, na medida em que ao invés de patrocinar somente esportes profissionais e receber apoio atletas profissionais, patrocina também uma modalidade de base como o Crossfit, em que os fãs também são os verdadeiros atletas. Veja que o modelo deu tão certo que a Reebok fez o mesmo tipo de acordo com o UFC.

Claro que outras marcas já devem estar de olho no fim desse contrato. A Nike entrou pesado para o mundo do CrossFit com o lançamento do Metcon. Apesar de seu uso ser proibido no CF Games, é fácil ver muitos atletas usando-os em seus treinos. Em particular, o atual campeão Mathew Fraser é patrocinado pela Nike, assim como Sarah Sigmundsdottir e Noah Olsen, entre outros.

A marca ainda fez uma ousada jogada de marketing em 2015 cercando Carlson, a sede do Games naquele ano, com outdors que diziam: "Não me proíba, me vença!" Essa guerra ainda vai muito que falar....

Por fim, parece não haver dúvidas de que se trata de uma parceria bem sucedida entre Reebok e CrossFit, no entanto, não parece ser nítida ter sido mais vantajosa para uma do que para outra, pois as duas estão recebendo resultados excelentes, e o que é melhor, nós de certa forma somos beneficiados com o crescimento da modalidade e desenvolvimento de bons produtos.

 

O que é esse Team Series?

O que é esse Team Series?

O benchmark "Kelly"

O benchmark "Kelly"