As lições do CrossFit Open 2018

As lições do CrossFit Open 2018

Texto de Ben bergeron traduzido e adaptado pelo coach Alberto Neto (@albertonetto), headcoach da CrossFit Pravatti (@crossfitpravatti):

Aprendemos muito sobre nós durante este Open. Quão pesado podemos levantar quando nossas pernas sentem que irão explodir, por  exemplo.

Descobrimos fraquezas que talvez não tenhamos conhecido. Que somos realmente bons em double unders até que nos fomos convidados a fazer centenas deles, por exemplo.

Até agora, você pode ter uma lista muito completa. Força no grip, mecânica de remo, trabalho de pés no burpee, muscle-ups, mecânica nos hspu's, deadlifts pesados ... o Open tem uma maneira de expor os buracos na nossa aptidão física.

O CrossFit Games Open é um instrutor potente e, nas próximas semanas, passaremos muito tempo refletindo sobre suas lições. Identificaremos os buracos em nosso jogo, e passaremos o próximo ano, melhorando. Ficando mais forte, mais duro. Melhor.

Mas ainda não. O post-mortem precisa  esperar, porque o Open ainda não terminou. Há uma semana, e vamos deixar tudo no chão. Competir com excelência exige que terminemos. Talvez este seja finalmente nosso ano. Talvez não. Não importa. O esforço no 18.5 é o mesmo:

Corra, não ande pela linha de chegada.

Cuidados na Validação do 18.5 (CrossFit Open)

Cuidados na Validação do 18.5 (CrossFit Open)

Adivinhando o 18.5 (CrossFit Open)

Adivinhando o 18.5 (CrossFit Open)