O que esperar dos South Regionals?

O que esperar dos South Regionals?

Já lançamos um artigo ontem falando sobre os East Regionals que você pode checar aqui. Mas além dele, temos mais duas etapas regionais acontecendo nesse mesmo final de semana que vai de 18 a 20 de Maio. Uma delas é a South Regional. Até ano passado, a gente ficava vidrado na tela na esperança de ver um brasileiro, uma brasileira ou um time nacional conquistando uma vaga para os CrossFit Games. Esse ano, com a criação da Latin America Regional, os brasileiros estarão fora dessa disputa!

Apesar disso, ainda tem coisa boa para ser vista. Os South Regionals é a segunda etapa para garantir uma vaga aos Games e engloba as regiões South Central e South West. Não há grandes nomes no masculino individual, devo admitir. Mas há ex-vencedores dos Games no feminino! Veja em quem devemos prestar atenção nos South Regionals:

Individual Masculino

Esse ano teremos a volta de Rogelio Gamboa (mais conhecido como Roy Gamboa) aos regionais sul. Ele que foi o primeiro classificado em 2016, não competiu em 2017 para se tornar bombeiro. Se Gamboa volta, Travis Williams, figura carimbada com 3 Games no currículo vai competir por times esse final de semana. Sendo assim, teremos uma disputa pelas 5 vagas com Roy, Logan Collins (vencedor dessa etapa ano passado e 11o nos CrossFit Games de 2017) e Tommy Vinas. E os outros favoritos de sempre dessa região?

Outro veterano nos Games e que não concorreu por essa regional esse ano foi Elijah Muhammad. Ele disputou a seção North Central e não chegou a se classificar para os Regionais. Dakota Rager também mudou de regionais e não vai conseguir voltar para o seu 4o CrossFit Games. Logo, teremos um caminho aberto para novos nomes ou velhos conhecidos voltarem aos Games esse ano.

Individual Feminino

Aqui provavelmente teremos uma disputa emocionante. Ano passado, Tennil-Reed Beuerlein destronou Camille LeBlanc Bazinet e conquistou seu primeiro regional depois de 4 títulos consecutivos de CLB. As duas tiveram Games completamente diferentes sendo que Tennil ficou em 6o e Camille teve uma lesão que a tirou do campeonato após a prova de Cyclocross. Camille se recuperou, deu a volta por cima e terminou o Open em 5o esse ano, o que é um feito e tanto sendo que ela teve que passar por cirurgia e fisioterapia para se recuperar.

Além delas, outras duas veteranas de Games disputarão a vaga! Amanda Goodman e Margaux Alvarez, além de Alexis Johnson (2 Games na bagagem) e Bethany Shadburne que fez sua estréia nos Games ano passado.

Veremos como vai ser essa disputa não apenas pela vaga, mas pelo topo do pódio dos South Regionals!

O que não podemos perder nos Europe Regionals?

O que não podemos perder nos Europe Regionals?

O que esperar dos Crossfit East Regionals?

O que esperar dos Crossfit East Regionals?