Review do Everlast Climber

Review do Everlast Climber

A Everlast lançou há pouco tempo seu tênis Everlast Climber, sua primeira incursão no esporte do CrossFit. Eles mesmo mandaram dois pares para a gente testar. E testamos, e como testamos. O motivo de tanto teste é uma certa indecisão sobre o tênis. Seria ele bom? Muito bom? Ruim? Se eu disser que tudo isso se aplica a esse tênis, vocês entenderiam o que estou querendo dizer.

Com tantos tênis de CF aparecendo, e queremos que apareçam mais, o que o Everlast Climber traz de melhor? O PREÇO. Vendido a uma média de R$249,00 o tênis está numa posição imbatível perto dos concorrentes mais fortes como Nano e Metcon. O Nano 8 sai por R$499,00, assim como o Metcon 4 mais barato que eu achei online.

O design dele é bem bacana. Eu que gosto de tons sóbrios, tudo escuro, curti mais a versão azul escura do que a cinza com amarelo. Não é dos tênis mais bonitos do mercado, mas não sei se o propósito, ainda mais a esse preço, seja concorrer no quesito beleza. Mas ele não faz feio não, e você consegue usar fora da box numa boa.

De acordo com as informações técnicas do produto, o cabedal é feito de um tecido poliéster mesh que facilita a ventilação interna combinado com peças em PU fusion que promove um calce ajustado no pé. A palmilha, ainda de acordo com as informações, é de EVA extremamente macia e anatômica. A entressola de um novo composto de EVA garante mais estrutura e o solado é de um novo composto de borracha de alta performance em abrasão e estabilidade. Certo...e no que isso se traduz?

Se traduz em um bom conforto ao colocar no pé sim. Claro, ele é um tênis de CF e, portanto, não é para ser o mais confortável. Mas no quesito conforto, ele se aproximaria até de um metcon, por exemplo. Não deixando muito a desejar nesse sentido. Contudo, ao treinar nele, você percebe que ele não respira bem. Na verdade não respira nem um pouco bem. Esse talvez seja o ponto mais fraco dessa versão que a Everlast vai querer trabalhar no futuro. Claro que a durabilidade do tênis fica difícil de testar em pouco tempo....então não temos como tratar disso agora.

Mas ele é estável? Sim. Confesso que até bati PR de front squat com ele. O que me surpreendeu muito devo admitir. Para cargas intermediárias, ele se provou ótimo. Além disso, respondeu bem ao estímulo de box jump, double under e rope climb. Fiquei bem impressionado com ele nesse quesito. Mas se no conforto ele lembra um metcon, na corrida ele lembra num nano 5. Não gostei do solado ao correr para ser bem sincero. Nada comparado ao Nano 8 ou até mesmo o Metcon.

Mas vale a pena? Ai vem aquela história né...você não tem nenhum tênis de CF? Vale super. Se for o primeiro investimento, vale ter sim. Pelo preço, e sem saber se vai se viciar ou não  no esporte, o Everlast Climber acaba sendo uma excelente opção e já vai te ajudar muito nos treinos. Quer um segundo tênis? Para não ferrar necessariamente o seu tênis querido e favorito? Nesse caso ele é um bom coringa também. Só não sei se faria dele meu investimento principal.  Mas esse é apenas um primeiro esforço da Everlast que tenho certeza que ainda vai dar muito o que falar nesse quesito. Me surpreendeu e me surpreenderá muito mais ainda. 

Saíram os eventos do primeiro dia dos CrossFit Regionals

Saíram os eventos do primeiro dia dos CrossFit Regionals

Analisando os resultados do WODs 1 e 2 do Age Group Online Qualifier (Crossfit Games)

Analisando os resultados do WODs 1 e 2 do Age Group Online Qualifier (Crossfit Games)