Fim do casamento entre a Reebok e a Crossfit Inc?

Fim do casamento entre a Reebok e a Crossfit Inc?

Como a maioria de quem nos acompanha sabe, a Crossfit e a Reebok, possuem uma parceria bem próxima e sólida.

No entanto, uma notícia surpreendeu muito ontem: a CrossFit Inc., empresa que que administra e é dona da marca Crossfit,  teria ajuizado perante a United States Court For Northern District of California, uma ação contra a Reebok, sob a alegação de que esta vem repetidamente deixando de pagar os royalties devidos à CrossFit, supostamente efetuando pagamentos menores, bem como não estaria investindo o montante total dos valores contratados em marketing.

Como já tratamos em outro artigo, a relação entre a Crossfit Inc e a Reebok é ampla, a licença exclusiva, que já dura 08 (oito) anos de um total de 10 (dez), envolve a venda de produtos, tais como roupas, calçados e acessórios com a marca CrossFit, além do patrocínio máster do CrossFit Games, que em razão disso é  intitulado, “Reebok Crossfit Games”. O acordo possui vigência até o final de 2019.

Mas qual seriam os fundamentos desta ação promovida pela Crossfit Inc contra Reebok?

Explicamos. O contrato firmado entre as duas empresas foi assinado em 2010, e prevê que a  Reebok deve pagar à Crossfit royalties sobre os produtos comercializados em Co-branding, ou seja, que compartilham as marcas CrossFit/Reebok.

A Crossfit alega na ação, que a Reebok não estaria fazendo os pagamentos da forma correta, e argumenta ainda que em 2013: “a Reebok começou a alterar a forma como calculava os pagamentos de royalties”. Trata-se, basicamente, da fórmula usada para calcular a quantia devida à CrossFit, Inc. pelo uso da marca. Além disso, segundo a Crossfit, eles não teriam divulgado esta nova fórmula de cálculos dos royalties.

E qual seria a quantia envolvida nesta disputa?

Segundo o conteúdo da ação, haveria  pelo menos US$ 4,8 milhões a serem pagos, bem como investimentos na casa de  US $ 51,75 milhões que a Reebok teria que fazer em marketing, mas que supostamente não estariam conseguindo comprovar a realização deste montante de investimentos.

Por contrato, hoje, a realização do Crossfit Games de 2018 e 2019, ainda seriam de exclusividade de patrocínio máster com a Reebok. No entanto, de acordo com os desdobramentos desta ação, por exemplo, se a Reebok venha a ser declarada culpada, a parceria pode até mesmo ser encerrada antes deste prazo e abrir espaço para que Crossfit se alie a outra marca ou até mesmo decida não ter mais um patrocinador máster.

É difícil prever os desdobramentos que esta ação teria, mas não deixa de ser curioso, o fato que esta discussão ocorre às véspera da realização do Crossfit Games.

História de benchmark: o workout Nicole

História de benchmark: o workout Nicole

CrossFit Riviera é desclassificada do CrossFit Games

CrossFit Riviera é desclassificada do CrossFit Games