A demissão em massa de funcionários do CrossFit Games, vem mudanças por aí

A demissão em massa de funcionários do CrossFit Games, vem mudanças por aí

Na última terça-feira, mais de quarenta funcionários dos CrossFit Games foram demitidos. Com base em uma lista parcial de nomes, a maioria do pessoal estava na equipe de mídia dos CrossFit Games: vídeo, fotografia, design gráfico e operações.

A reestruturação, orquestrada pelo fundador da CrossFit, Greg Glassman, surgiu apenas uma semana após o 12º CrossFit Games e veio como uma surpresa para muitos na empresa. Um funcionário que não foi demitido estimou que o número de demitidos estava “próximo de 30 a 40%” dos  funcionários do escritório da CrossFit em Santa Cruz, California.

Vendo de fora, a redução da força parece ser mais uma prova de que a CrossFit, Inc. está perdendo dinheiro e se encontra em dificuldades financeiras. No entanto, depois de anos de prejuizo, o CrossFit Games está dando lucro, de acordo com várias fontes dentro do QG. No ano passado, eles venderam mais de 60 mil ingressos e, tudo indica que o Games de 2018 foi um sucesso ainda maior. Sem contar que esse ano também adicionaram meia dúzia de novos patrocinadores corporativos como RockTape, RXBAR e Pure Spectrum.

Então, qual poderia ser a razão para esse downsizing maciço?

 

Ventos variáveis: indicadores iniciais.

Em 3 de maio de 2018, enquanto compartilhava sua visão da iniciativa CrossFit Health e seus planos para revolucionar o setor de saúde pública, Glassman fez um grande contraste entre o trabalho que o CrossFit está realizando e o CrossFit Games.

Glassman, que está sempre presente no Games, admite que não presta muita atenção à competição. Veja o que ele disse:

“Eu estou [nos Games] para as pessoas que querem conversar e, cada vez mais, eles querem falar sobre a sua batalha para vencer um vício e outras doenças crônicas. Todos têm ótimas histórias para contar e eu nunca me canso de ouvir isso, e o fato de que as pessoas sabem que eu quero ouvir isso me deixa orgulhoso, e os nossos melhores afiliados também estão orgulhosos. É ai que diferenciamos as crianças dos adultos. Essa é a verdadeira mesa de adultos do CrossFit."

Então, na sexta-feira, 3 de agosto, no meio do CrossFit Games, sem o conhecimento de muitos do QG, Glassman anunciou que a temporada de CrossFit Games 2019 permitiria que atletas transgêneros competissem na divisão de gênero na qual eles se identificassem. Grandes mudanças como essa são geralmente anunciadas por Dave Castro no programa de cooldown da competição CrossFit Invitational , que tradicionalmente acontece no outono.

Essa "saída" da tradição, seguida por uma reestruturação na HQ dias depois, mostra que a Glassman está muito envolvido em conduzir o CrossFit Games de volta à sua visão.

"Sempre que uma pessoa vem até mim [no Games] e me diz" há mais no CrossFit do que os Games", essa pessoa é alguem que tem 300 membros no seu box", disse Glassman ao CrossFit Podcast em 3 de maio. “Todos vocês aí não me falam sobre coisas mais importantes que os Games, eu sei. Eu não preciso ser lembrado disso. Diga ao Dave."

Realinhando prioridades.

Hoje, a CrossFit tem mais de 15.000 afiliados em todo o mundo; mais da metade deles estão localizados fora dos Estados Unidos. Talvez ainda mais impressionante seja o fato de que o Glassman tem mais afiliados nos EUA do que existem lojas da Starbucks.

No entanto, uma parcela significativa dos recursos financeiros do CrossFit vai para a construção e apoio de uma competição que atende somente 0,01% dos atletas. Esses recursos poderiam ser usados para fomentar o treinamento e equipar esses afiliados na linha de frente na luta contra doenças crônicas.

"Escolhemos fazer essas mudanças para reorientar nossos esforços para o núcleo do CrossFit: nossos afiliados, seminários e certificações, e nossa missão principal: prevenir e reverter doenças crônicas", disse uma fonte anônima da CrossFit.

Além disso, com tantos afiliados em expansão em todo o mundo, a CrossFit precisa de mais instrutores, funcionários, recursos legais e suporte em idiomas estrangeiros.

Essa reestruturação é o indicador mais claro de que a CrossFit leva a sério o atendimento das necessidades dessa base crescente, protegendo e promovendo afiliados e treinamento.

Mudanças na temporada dos jogos.

No momento, tudo é especulação, mas sabemos que as mudanças estão chegando e serão anunciadas nas próximas semanas.

No entanto, dada a vontade do CrossFit de realinhar recursos, é seguro dizer que tudo está na mesa para consideração. Os nove eventos regionais em quatro continentes são extremamente caros, assim como os eventos de anúncio ao vivo do Open e do Invitational. Uma coisa que permaneceu clara durante nossas conversas com pessoas de dentro é que Glassman está focado no negócio central da CrossFit de proteger e promover seus afiliados e qualquer coisa que não apóie essa prioridade é a próxima a ser cortada da lista.

FONTE: Esse texto foi traduzido direto do The Morning Chalk Up

Review dos Grips

Review dos Grips

Quanto cada atleta ganhou nos CrossFit Games 2018?

Quanto cada atleta ganhou nos CrossFit Games 2018?