Leaderboarding: Quem vai para os games pelo Open?

Leaderboarding: Quem vai para os games pelo Open?

São muitos os nomes conhecidos que agora se acumulam no topo do leaderboard do Open. Lembrando aqui que, além dos melhores de cada país, os 20 melhores do mundo também ganharão uma vaga para o Open. E se o cara for campeão do Open no seu país e ficar entre os 20 mais bem posicionados no mundo? Bom, então ele vai como campeão do Open de seu país e a vaga passa para o próximo.

Logo, o jeito certo de você ver quem está levando a vaga no Games pelo Open é acompanhar a linha azul traçada pela CrossFit no leaderboard. No caso masculino a linha é traçada no 30o colocado, pois 10 dos 30 primeiros iriam como campeões nacionais. No caso feminino a linha é traçada na 31a posição, pois 11 mulheres iriam representando seus respectivos países.

Quem lidera o leaderboard masculino é Jean-Simon Roy-Lemaire. Você pode nunca ter ouvido falar dele mas ele foi o quarto colocado mundial no Open do ano passado. Mas nunca conseguia passar pelos regionais e ir aos Games. Logo, a não ser que um desastre aconteça, ele provavelmente irá para o seu primeiro CrossFit Games esse ano. E ele não será o único estreante não. Ao todo, dos 30 primeiros colocados, 13 atletas estreariam nos games esse ano na categoria individual elite masculino. Todos eles já disputaram pelo menos um regional e dois já foram aos Games em outra categoria. George Sterner, que ocupa a 14a colocação no momento, foi o segundo lugar na categoria teens 16-17 anos em 2016. Simon Mantyla disputou o games de 2016 por times.

Quem lidera o ranking feminino é Sara Sigmundsdottir. Se ela se mantiver nessa posição até o final, ela vai garantir a vaga como campeã nacional da Islândia, tarefa nada fácil considerando o rol de atletas daquele país. Isso por que ela já tem a vaga garantida pois ganhou o Strenght in Depth UK. O número de mulheres que nesse momento estreariam nos Games de 2019 é maior que do lado masculino. Seriam 17. Dessas 17, Danielle Brandon, que ocupa a 16a colocação, foi a única que nunca nem participou de um regional antes desse ano. Aqui também temos duas atletas que disputaram os Games em outras categorias. A polonesa Gabriela Migala ficou em 3o na categoria teens em 2016 e ficou a uma posição de conseguir a vaga nos regionais ano passado. A 25a colocada, Colleen Fotsch, já disputou os Games de 2017 em times ficando na quarta colocação geral.

A seguir, você pode encontrar os resultados atuais do leaderboard (sempre sujeitos á modificação após verificação de vídeos):

Masculino

  1. Jean-Simon Roy-Lemaire - 35 pontos

  2. Bjorgvin Karl Gudmundsson - 58

  3. Leftaris Theofanidis - 61

  4. Mat Fraser - 65 pontos

  5. Zachery Buntin - 65 pontos

  6. Travis Mayer - 83 pontos

  7. Frederik Aegidius - 85

  8. Lukas Hogberg - 97

  9. Samuel Cournoyer - 120

  10. Cole Sager - 158

  11. Jacob heppner - 159

  12. Samuel Kwant - 181

  13. Streat Hoerner - 192

  14. George Sterner - 197

  15. Casper Gammelmark - 198

  16. Piotr Szczycinski - 219

  17. Jason Carrol - 221

  18. Bayden Brown - 222

  19. Uldis Upeniecks - 225

  20. Richard Castillo - 226

  21. Elliot Simmonds - 230

  22. Simon Mantyla - 233

  23. Alex Vigneault - 240

  24. Scott Panchik - 253

  25. Tim Paulson - 269

  26. Devin Ford - 275

  27. Dean Linder-Leighton - 279

  28. Bartek Lipka - 283

  29. Norman Woodring - 295

  30. Richard Froning Jr. - 300

Feminino

  1. Ragnheidur Sara Sigmundsdottir - 13 pontos

  2. Amanda Barnhart - 32

  3. Brooke Wells - 43

  4. Annie Thorisdottir - 43

  5. Dani Speegle - 43

  6. Mekenzie Riley - 81

  7. Kristin Holte - 90

  8. Jamie Green - 92

  9. Karissa Pearce - 101

  10. Tia-Clair Toomey 107

  11. Katrin Tanja davidsdottir - 115

  12. Carol-Ann Reason-Thibault - 119

  13. Karin freyová - 125

  14. Gabriela Migala - 132

  15. Kristine Best - 144

  16. danielle Brandon - 153

  17. Katelin Van Zyl - 206

  18. Carolyne Prevost - 219

  19. Emma Mcquaid - 240

  20. Jadzia Truszkowski - 268

  21. Brooke Haas - 282

  22. Mckenzie Flinchum - 301

  23. Melissa Doll - 316

  24. Alessandra Pichelli - 321

  25. Colleen Fotsch - 342

  26. Jacqueline Dahlstrom - 350

  27. Alexis Johnson - 352

  28. Hayley Murilo - 360

  29. Anna Fragkou - 374

  30. Sam Briggs - 391

  31. Chatelle Loehner - 418


Osteopatia e CrossFit

Osteopatia e CrossFit

Que brasileiros irão aos CrossFit Games 2019?

Que brasileiros irão aos CrossFit Games 2019?