Quem se classificou aos CrossFit Games pelo Open 2019 (não oficial)

Quem se classificou aos CrossFit Games pelo Open 2019 (não oficial)

O Open já acabou e podemos finalmente ver quem conseguiu a tão sonhada vaga pelo Open para os CrossFit Games de 2019. Temos todos os campeões nacionais mais os 20 melhores do Open mundial. Mathew Fraser e Sara Sigmundsdottir foram os campeões mundiais e irão como campeões dos estados Unidos e da Islândia, respectivamente. Claro que ainda falta a verificação por vídeo de todos os atletas, por isso tudo analisado aqui é não oficial.

Excluindo os campeões nacionais, no masculino, o último que será chamado foi o 28o colocado geral. Provavelmente, Rich Froning recusará o convite pois irá disputar por time e aí o 29o colocado será chamado. No lado feminino, excluindo as campeãs nacionais, a última colocada no Open entre as top 20 seria a 31a colocada geral, Kristi Eramo. Contudo, Alexis Johnson e Tasia Percevecz devem ir por times fazendo com que a 34a colocada seja chamada (Camila Salomonsson Hellman, da Suécia, foi a campeã nacional no Open).

Com os campeões nacionais, os top 20 definidos, 5 eventos sancionados já realizados, ainda restam 14 vagas para os CrossFit Games. São 10 eventos sancionados que ainda ocorrerão e 4 convites da CrossFit (não se sabe se é por sexo ou geral). Além disso, como há prioridade para os campeões nacionais, os top20 e depois os convidados advindos dos eventos sancionados, os atletas que garantiram a vaga pelos eventos mudaram consideravelmente. No momento, seriam convidados os seguinte atletas:

  • Dubai CrossFit Championship: Bethany Shadburne (7a colocada) e Roman Khrennikov (5o colocado)

  • Wodapalooza: Colleen Fotsch (6a colcoada) e Patrick Vellner (1o lugar)

  • Australian CrossFit Championship: Maddie Sturt (2o lugar)  e James Newbury (1o colocado)

  • Fittest in Cape Town: Mia Akerlund (2a colcoada) e Sean Sweeney (1o lugar)

  • Strength in Depth: Thuri Helgadottir (4o lugar) e Bronislaw Olenkowicz (1 lugar)


Como o Open virá em Outubro desse ano para a temporada de 2020, isso dificilmente voltará a ocorrer.

Mas antes de colocar aqui os que ganharam a vaga, vou chamar atenção de alguns nomes que disputaram os games na categoria idividual ano passado e que, por enquanto, não tem vaga garantida no individual:

  • Homens: Tim Paulson, Saxon Panchik, Zeke Grove, Lukas Esslinger, Noah Ohlsen, Alexandre Caron, Marquan Jones, Royce Dunne, Rasmus Andersen, Alec Smith, Mitchel Stevenson, Nicholas Urankar, Khan Porter, Ethan Helbig, Alex Anderson, John Coltey, Cody Anderson, Pablo Chalfun, Craig Kenney, Ben Smith, e Brent Fikowski.

  • Mulheres: Courtney Haley, Cassidy Lance-Mcwherter, Justine Beath, Chloe Gauvin-David, Chyna Cho, Jennifer Smith, Ehea Schuerch, Oddrun Eik Gylfadottir, Rebecca Voigt, Paige Semenza, Lauren Fisher, Emily Bridgers, Camille Leblanc-Bazinet, Brista Mayfield, Stephanie Chung, and Dani Horan.

Temos nomes de peso ai: como Brent Fikowski e Noah Ohlsen, por exemplo. Ben Smith, campeão de 2015 operou o joelho mas acho que ainda tem chance em algum evento sancionado ou convidado pela CrossFit mesmo. Alguns desses atletas garantiram vagas por times: como Alec Smith, Khan Porter, Nich Urankar e Rasmus Andersen. Do lado feminino temos atletas como a campeã de 2014, Camille Leblanc-Bazinet e a campeã mundial do Open ano passado Cassidy Lance-Mcwherter fora. Lauren Fisher já garantiu a sua vaga pelo time Invictus e deve ir por times mesmo. Ainda assim, todos os outros atletas precisarão de evento sancionado ou convite para ir.

Dos que confirmaram presença aqui no Brasil no Brazil CrossFit Championship, alguns já garantiram a vaga para os CrossFit Games:

  • Mulheres: Mekenzie Riley (open), Carolyne Prevost (open), Dani Speegle (campeã americana), Melina Rodriguez (campeã argentina), Maria Quintero (campeã colombiana) e Carol Colling (campeã paraguaia).

  • Homens: Jacob Heppner (open), Guilherme Malheiros (campeão brasileiro), Sean Sweeney (Fittest in Cape Town) e Agustin Richelme (campeão argentino).

Se eles ainda virão ao Brasil ou não, vamos ainda tentar descobrir. Mas agora vamos lá….vamos ver quem de fato ganhou a vaga por ter terminado o Open entre os 20 melhores do mundo (excluindo os campeões nacionais)

Homens:

Jacob Heppner
Cole Sager
George Sterner
Samuel Cournoyer
Rich Froning Jr.
Scott Panchik
Jason Carrol
Zachery Buntin
Streat Hoerner
Devin Ford
Travis Mayer
Richard Castillo
Samuel Kwant
Lukas Hogberg
Logan Collins
Eric Carmody
Casper Gammelmark
Alex Vigneault
Jeffrey Adler
Dean Linder-Leighton
Mark Alan (se Froning for por times)

Desses atletas, estão indo pela primeira vez aos Games: George Sterner, Samuel Cournoyer, Zachary Buntin, Devin Ford, Casper Gammelmark, Jeffrey Adler e Mark Alan (este último está fazendo seu primeiro Open).

Mulheres:

Annie Thorisdottir
Brooke Wells
Amanda Barnhart
Karissa Pearce
Mekenzie Riley
Kristine Best
Katrin Davidsdottir
Carolyne Prevost
Danielle Brandon
Mckenzie Flinchum
Jadzia Truszkowski
Brooke Haas
Alexis Johnson
Jacqueline Dahlstrom
Chantelle Loehner
Hayley Murillo
Feerozeh Saghafi
Tasia Percevecz
Melissa Doll
Kristi Eramo
Katie Trombeta
Carrie Beamer

Dessas atletas, as que irão pela primeira vez aos CrossFit Games são: Kristine Best, Carolyne Prevost, Danielle Brandon (4o Open e nunca foi para um regional), Mckenzie Flinchum, Jadzia Truszkowski, Brooke Haas, Jacqueline Dahlstrom, Chantelle Loehner, Hayley Murillo, Feerozeh Saghafi, Melissa Doll, Katie Trombeta, Carrie Beamer.

O Open acabou, entenda como funciona o processo de validação da pontuação e convites para o Games 2019

O Open acabou, entenda como funciona o processo de validação da pontuação e convites para o Games 2019

Ele esteve nos Games em 2018 e ganhou os online qualifiers do Brazil CrossFit Championship: Alex Caron

Ele esteve nos Games em 2018 e ganhou os online qualifiers do Brazil CrossFit Championship: Alex Caron