Os Brasileiros nos Reebok CrossFit Games 2019

Os Brasileiros nos Reebok CrossFit Games 2019

Foto de Luiz Livramento @luizlivrame

Esse ano tivemos 4 atletas disputando os CrossFit Games, dois na elite e dois nos masters. Era para termos 5, mas o visto da adolescente Eduarda Souza foi negado e ela não conseguiu disputar. Contudo, fomos muito bem representador por Gui Malheiros, Renata Pimentel, Susana Etto e Leonardo Lima.

Elite

A primeira prova assustou Renata Pimentel, atleta da Gladius, pelo tamanho da corda. Algo que ela nos revelou numa entrevista que não estava preparada. Apesar de ter sofrido muito nessa prova, Renata conseguiu sobreviver ao primeiro corte. E foi apenas por um detalhe no handstand walk da segunda prova, caindo a um metro da linha de chegada, que fez com que Renata não fosse bem e acabasse os Reebok CrossFit Games na 64a colocação.

Gui Malheiros foi muito bem na primeira prova, ficando na 26a colocação geral. Contudo, o mesmo problema com HSW aconteceu com ele e sua colocação não foi boa caindo para a 46a posição geral. Ainda assim, ele conseguiu sobreviver ao segundo corte. Na prova do dia seguinte, ele tinha que correr 4 voltas de 1500m com uma mochila que ia aumentando de peso a cada volta. Gui sofreu nessa prova, a batida da mochila nas costas a deixou em carne viva. Com uma 48a colocação na corrida, ele terminou sua participação na 49a colocação geral.

Masters

Os games começaram explorando alguns pontos relativamente fracos de Susana Etto, atelta da FisioHealth Sports, como remo e legless rope climb. Por isso, ela iniciou os Games na sexta-feira com uma 10a e 9a colocação geral. Mas a situação foi mudando com o tempo. Talvez por ganhar mais confiança ou por ter provas que exploraram sua facilidade, no sábado a Susana conseguiu um 6o lugar na corrida com os pesos, e dois 8o lugares no sandbag triplet e no down and back chipper. Mas seus melhores resultados foram no último dia de campeonato, com uma 5a colocação em 2 reps max de OHS, e os dois bicouplets que a elite fez ano passado, onde ela obteve uma 2a e uma 6a colocação geral. Vale salientar que Susana estava competindo com 4 atletas que já competiram nos CrossFit Games na categoria elite antes: Carleen Mathews, Anna Tobias, Alethea Boon e Becca Voigt.

O nosso representante na categoria 50-54 também fez bonito e começou os Games já com uma segunda colocação geral. mesmo o 7o lugar na prova seguinte não os tirou dos top 3. Infelizmente o segundo dia ele não foi tão bem e uma 5a, 9a e 6a colocação o deixou na 7a posição geral indo para o último dia. E foi li que ele também mais brilhou. ficou na 2a colocação do OHS, 1a no Bicouplet 1 e 6 no 2 e garantiu a 5a colocação geral. Leo Lima se torna portanto o 2o brasileiro a ganhar um evento depois de Gui Malheiros em 2017 na prova de snatch.

Independente da colocação, os nossos brasileiros deram o seu melhor. Nos entristece apenas que a CF não passou os Masters no sinal, ou poderíamos ter acompanhado-os de mais perto. Mas ano que vem prometemos não deixar vocês na mão, Léo e Susana, pois temos a certeza que voltarão. Parabéns.

O CrossFit Games não terá mais um patrocinador no nome após 2020.

Tia e Fraser são campeões dos Reebok CrossFit Games 2019

Tia e Fraser são campeões dos Reebok CrossFit Games 2019