Tia e Fraser são campeões dos Reebok CrossFit Games 2019

Tia e Fraser são campeões dos Reebok CrossFit Games 2019

Foto de Luiz Livramento @luizlivramento

Você pode não gostar do novo formato. Mas é indiscutível que, independentemente do formato, Fraser e Toomey estão se firmando como os melhores atletas do esporte. Tivemos cortes que nos deixaram tristes, como da Renata Pimentel e Gui Malheiros, além de alguns nomes internacionais que gostaríamos de ter visto mais, como Sara Sigmundsdottir, Annie Thorisdottir, Pat Vellner, Brent Fikowski, Brooke Wells e muitos outros nomes que estamos acostumados.

Contudo, vimos novos nomes brilhar nesses Games, como a grega Anna Fragkou, o australiano Matt Mcleod e a americana Haley Adams, estreantes na categoria principal dos Reebok CrossFit Games, ficando entre os top 10 e sobrevivendo até o final.

No último dia de evento, tivemos 4 provas. O dia começou com swim paddle:

SWIM PADDLE

1,000-m swim
1,000-m paddle

Time cap: 50 minutes

O desempenho de Tia-Clair nessa prova foi nada menos que espetacular, tendo feito o melhor tempo entre todos os presentes, incluindo os homens. O estreante Matt Mcleod levou a prova para os homens. E numa manhã inspirada, Noah Ohlsen fez a sua melhor prova na água e, com Fraser não indo bem, Ohlsen abriu uma vantagem de 25 pontos em relação a Fraser. Nesse momento, ohlsen dependia apenas dele para se sagrar campeão. E tia já abria uma vantagem quase impossível de acontecer. Mas o dia ainda estava longe de terminar…

Apesar do cronograma indicar um evento no individual, o que veio em seguida foi uma sequência de provas, uma após a outra:

Ringer 1
30-20-10 reps of:
Air bike (calories)
Toes-to-rings

Time cap: 7♀ /  6♂ minutes 

Ringer 2
15-10-5 reps for time of:
Burpees
Overhead squats (95 | 135 lb.)

Time cap: 5 minutes 

Com 200 pontos em jogo, tudo poderia acontecer. E com um segundo e um primeiro lugar para Mat Fraser e, mais importante, um 4o e um 5o para Noah Ohlsen, o lederboard mudou drasticamente de 25 pontos de vantagem para Ohlsen para 35 pontos de vantagem para Fraser. Tia Clair Toomey também não foi tão bem nessa prova com um 4o e 3o lugar. Mas suas ameaças diretas, kristin Hole e jamie Green também não tiveram bons resultados. Quem brilhou foi Katrin Davidsdottir que ganhou as duas provas e passou a ocupar a terceira colocação geral.

E ai veio a grande final. Uma das provas mais bonitas que já vi nos Reebok CrossFit Games,

THE STANDARD

30 clean and jerks (Grace)
30 muscle-ups
30 snatches (Isabel)

♀ 95 lb.
♂ 135 lb.

Time cap: 12 minutes

E ai que os dois campeões brilharam novamente, Tia-Clair Toomey e Mat Fraser não deixaram dúvidas de sua capacidade. Mesmo já entrando campeã nessa prova, ela ainda assim fez bonito e ganhou o evento. Já Fraser precisava não ficar 5 posições atrás de Noah Ohlsen para garantir o seu 4 título. E ele foi lá e ganhou a prova não deixando dúvidas que ele ainda é o homem mais condicionado do mundo.

E o pódio final ficou com:

Feminino

Tia-Clair Toomey

Kristin Holte

Jamie Greene

Masculino

Mat Fraser

Noah Ohlsen

Bjorgvin Karl Gundmundsson

Fica aqui então o registro de dois atletas impressionantes e que tiveram finalmente um lugar no pódio, Noah Ohlsen e Kristin Holte.

Na competição de times, froning mostrou que não importa também o formato, o reinado da CrossFit Mayhem vai permanecer. Claro, ele precisou se adaptar a era dos supertimes, trazendo o reforço de Chyna Cho. Mas ainda assim mostrou que o treinamento em conjunto, e o seu conhecimento de como o Dave Castro programa pois o time dele estava preparado para tudo e mais um pouco. Com um 2o e um 1o lugar nas provas de onde, eles garantiram mais um primeiro lugar, o 4o da carreira de Rich Froning em times. CrossFit Krypton que se complicou com essa formação no Rogue invitational parece ter encontrado seu caminho. Um 4o e um 3o lugar nos eventos de domingo sacramentaram o vice campeonato e a disputa mesmo foi para o terceiro lugar. Central Beasts teve o pior resultado a prova da natação e Invictus o seu melhor, fazendo com que o time da Invictus assumisse a terceira colocação geral. E com um terceiro lugar na última prova, o time da Invictus selou a sua volta ao pódio dos CrossFit Games com a terceira colocação geral.

Os Brasileiros nos Reebok CrossFit Games 2019

Os Brasileiros nos Reebok CrossFit Games 2019

Recap dia 3 dos Reebok CrossFit Games 2019

Recap dia 3 dos Reebok CrossFit Games 2019