Red Bull entrevista Anderon Primo sobre o dia da Preguiça

Compartilhe

Hoje, dia 07 de Novembro é o dia mundial da preguiça. Isso mesmo! Aquilo que nos deixa colado no sofá sem vontade de fazer nada. Por isso, para espantar essa situação e servir como exemplo, a Red Bull lançou o “Red Bull Tchau Preguiça” e entrevistou o atleta Anderon Primo, Tetracampeão brasileiro de CrossFit, para pegar algumas dicas de como fugir da preguiça. Veja a entrevista da Red Bull com ele:

– No Crossfit é preciso muita disposição, energia e não sobra muito espaço para a preguiça. Mas e fora dele, você se considera preguiçoso?

Não me considero preguiçoso, mas gosto dos meus dias off. Principalmente domingo, que é meu dia de rest day total e não tenho que fazer nada. Fora isso, eu tenho uma semana bem agitada e não gosto de ficar parado.

– Em seu esporte, quais os exercícios que mais te dão preguiça de fazer?

Com certeza, é o transfer e a corrida. São dois exercícios dos quais eu não sou muito fã e, sempre que tem no treino, me dá aquela preguiça, acaba sendo mais complicado (risos).

– Em quais situações a preguiça costuma bater? Nessas horas, o que você faz para driblá-la?

A preguiça bate entre as sessões de treino. Depois de almoçar dá aquela preguiça. A estratégia para driblar é tomar um Red Bull Tropical ou o novo, de Côco & Açaí, que são meus favoritos, e trabalho, né. Não tem muito o que fazer!

– Como você diferencia a preguiça do cansaço?

É fácil. O cansaço, eu consigo perceber naturalmente, sinto o corpo pesado, cansado e dá fadiga muscular. Já a preguiça é quando você se pega pensando: ‘Ah, será que se eu pular este treino vai fazer tanta diferença?’. Geralmente, acontece quando você levanta da cama ou sensação bate depois do almoço.

– Quais dicas você daria para um crossfiteiro iniciante para que a preguiça não apareça?

Desafie-se, vá para o box buscando ser uma versão nova de você a cada dia.

– Quais exercícios te ajudam a espantar a preguiça?

Principalmente, os exercícios que mais gosto de fazer. Eu vou treinar sempre muito mais motivado quando eu olho no meu treino e tem muscle up, burpee e snatch. Esses, com certeza, espantam a preguiça na hora.

– Quais as desculpas mais preguiçosas que você já ouviu de seus amigos de treino e alunos?

São muitas! (risos). Acho que as mais comuns, são: “É feriado, não preciso treinar”; ou “Pô, cara, trabalhei o dia inteiro, tive reunião…”; e “O treino de ontem estava chato, por isso que eu não vim.”

– Alguma comida ou alimento que te ajude a driblar a preguiça?

Comer regrado e ter uma rotina de alimentação ajudam. Quando eu estou muito mole, às vezes, como um chocolate, para dar uma energia.

– A preguiça já atrapalhou sua carreira? Caso sim, quando e o que aconteceu?

Não, graças a Deus! Nunca deixei de treinar por conta de preguiça. Já fui para o treino sem querer ir, mas com a obrigação de estar lá, de cumprir meu papel. São fases, né. Tem dias que estamos mais motivados, enquanto outros dias estamos menos. Mas, com o Crossfit, acabei criando uma disciplina de que todos os dias são importantes, e só deixo de ir quando meu fisioterapeuta pede. Mas se não, todos os dias estou treinando.

Enable Notifications    OK No thanks