Como conciliar musculação e CrossFit

Compartilhe

Como esse é um assunto muito recorrente em dúvidas no HugoCross, decidi convidar o coach Salomão Lessa (@coachsalomao) da @armelcrossfit para tratar de como conciliar musculação com CrossFit No CrossFit, o principal objetivo é ter um equilíbrio do nosso corpo para um melhor rendimento, saúde e bem estar. Greg Glassman, criador do CrossFit, inclusive prega hoje mais que nunca a importância desse esporte na qualidade de vida e no combate à doenças. O principal objetivo de um atleta de CrossFit deveria ser melhorar a sua performance e o condicionamento global. Ganho de massa muscular e queima de gordura acontece, mas como efeito colateral da prática.

A musculação entra em uma parte de estabilidade, onde conseguimos isolar uma musculatura, e assim equilibrar ou recuperar alguns pontos específicos. Costumeiramente os principais objetivos e foco de quem pratica a musculação é hipertrofia e/ou definição. A parte estética do esporte se faz presente inclusive em competições pelo mundo a fora.

Seriam os dois incompatíveis? Ou vale a pena fazer os dois?

Vamos com calma, primeiro. Se durante a prática do CrossFit você sempre colocar uma intensidade alta, seu corpo necessitará de descanso. Fazer as duas modalidades sem um descanso necessário atrapalha no seu objetivo principal e ainda corre um sério risco de lesão.

Primeiro passo para conciliar é pedir ajuda ao seu Head Coach Eles devem ser levados muito a sério nessas horas, pois ele é o responsável pela programação de treinos. Assim, você não corre risco de repetir os mesmos estímulos em um volume alto em um espaço curto de tempo. Por exemplo, em um dia você treina costas na musculação. Aí no dia seguinte no seu box é uma “Nicole” (AMRAP 20′- 400m Run, max Pull ups Unbk). Você não vai conseguir dar o seu máximo nos dois treinos, além de não recuperar o suficiente sua musculatura, pelo fato de ser o mesmo estimulo e um volume alto de repetições. Por isso o acampamento do seu HC durante as atividades “extra” aula é de extrema importância. Logo, conciliar seus objetivos com a periodização do box é vital.

Além disso, alguns cuidados devem ser tomados. Um excesso do aumento de massa pode representar uma maior dificuldade em movimentos ginásticos, pois diminui a sua mobilidade. Vale apena salientar aqui também que os estímulos voltados à força máxima e condicionamento metabólico podem levar a um grau de hipertrofia considerável, principalmente para quem está iniciando os treinamentos do CrossFit. Óbvio que o resultado estético não será o mesmo da musculação. Mas ocorrerá hipertrofia e definição com certeza se você se dedicar.

Contudo, se o seu objetivo na musculação é de um treino focado para uma situação específica de limitação ou falta de estabilidade, o treino pode auxiliar aqueles que não tem a capacidade de manter uma boa posição para determinados movimentos, além de auxiliar os mais avançados que precisam de um estímulo a mais para melhorar sua performance. Nesse caso, movimento livres (sem máquinas) é o mais indicado, para quem pratica CrossFit, melhorando a coordenação motora e praticando mais a consciência corporal, sem a limitações e “dependência” de aparelhos.

Agora se você ainda assim insistir em não dar atenção ao seu coach e mandar ver nas duas modalidades, pelo menos busque fazê-las em momentos distintos. Por exemplo, musculação pela manhã e CrossFit à noite. Para dar algum descanso à sua musculatura.

E sempre lembrar que menos é mais sim. Se você fizer o seu warm up, skill e WOD bem feitos, e na intensidade necessária, os resultados vão aparecer.

Outros links:
https://hugocross.com.br/crossfit/2017/01/25/2017-1-25-por-que-quebramos-a-paralelaw/
https://hugocross.com.br/crossfit/2017/09/12/2017-9-12-13-regras-de-etiqueta-num-box-de-crossfit/

SHOOOW GALERA, SHOOW SHOOW

Salomão Costa Lessa
Formado em Licenciatura: Mario Schenberg ( faculdade portuguesa 🇵🇹)
Bacharelado:Faculdade FNC (SP)
No crossfit desde 2015
CFLV 1 (2017)
Cursos :
– Capacitação Endurance (2014)
-LPO Horácio Reis (FReis Weightlifiting) (2016)
– Brazilian Power Camp (Junior Carvalho, Rafael kliper, e João Ogrebarbell)(2018)
-Periodização e Alta Performance (Coach Rocha) (2018)
– Módulo Zero (Bruno Kokoro) (2019)
– Performance Camp (Strong Hold Elite Training) (2019)

EXPERIÊNCIAS:
Judge nos Principais Campeonatos Nacional (Kvra Games, Monstar Games, seletivas e TCB)

Enable Notifications    Ok No thanks