Justin Medeiros, Andrea Solberg e Romwod MeatPack ganham os convites aos Games 2020

Compartilhe

Sabemos que faz tempo que o Filthy 150, campeonato sancionado que ocorreu na Irlanda ocorreu. Contudo, tempo foi o que mais faltou nessas últimas semanas e esse humilde escritor pede suas sinceras desculpas. Mas foi um evento fantástico e está disponível no Youtube para quem quiser ver/rever. Mas vamos ao que interessa, quem conseguiu o tão sonhado convite para disputar os CrossFit Games 2020?

Andrea Solberg

Apesar de ter conquistado a vaga, ela não ganhou o evento. Disputaram a primeira colocação foram Sara Sigmundottir e Kristen Holte, ficando com a melhor a islandesa. De novo, difícil se empolgar com ela aqui e se decepcionar novamente nos Games. Espero que não seja o caso ano que vem. Como as 3 primeiras colocadas já estavam classificadas pelo Open, a vaga foi para a quarta colocada Andrea Solberg, que conseguiu segurar uma Sam Briggs voltando de uma leve lesão durante o Open. Andrea disputou dois regionais previamente (uma vez no individual e uma vez por times) e assim garante a sua estreia nos CrossFit Games. Ela, assim como Holte, é Norueguesa e treinam juntas. Então há uma grande expectativa sobre o que essa atleta de 24 anos e estudante de medicina pode fazer nos CrossFit Games em 2020.

Justin Medeiros

Aqui não teve dúvida, Justin ganhou não apenas a vaga mas o campeonato. Ele, que ano passado ficou a uma colocação de conseguir a vaga para os Games pelo CrossFit Granite Games, não deixou dúvidas de sua vontade no Filthy 150. Ele havia disputado já dois regionais no individual e com apenas 20 anos de idade ele se tornou o mais jovem vencedor de um evento sancionado.

RomWod MeatPack

Esse time que conquistou a vaga aos Games é formado por atletas que já competiram pelo menos uma vez nos CrossFit Games. Além disso, eles perderam a vaga por uma colocação no French Throwdown esse ano. Brooke Haas competiu no individual em 2019 ficando na 53a colocação geral. Ela também se classificou aos Games 2020 pelo Open ocupando a 22a colocação geral. Acredito que deva desistir do individual e ir em times mesmo. Christian Harris disputou seu primeiro CrossFit Games em 2016 com o time Dynamax, ficando na 4a colocação geral. Kelly Baker disputou os Games de 2016 como time Parallax, ficando na 19a colocação. Dex Hopkins disputou 2 CrossFit Games, em 2015 com o time Maximus que terminou na sétima colocação geral e com o time Maximus Nashland em 2017 finalizando na 22a colocação geral.

Tendo se classificado tão cedo assim, dá a eles bastante tempo de treinarem juntos, se conhecerem bem e se preparem para os Games. Vamos ver o que isso pode trazer nessas horas.

Enable Notifications    Ok No thanks