Os Brasileiros no Wodapalooza CrossFit Festival 2020

Compartilhe

Ao todo, 13 brasileiros e um time disputaram o Wodapalooza em 2020 entre as mais de 30 categorias do evento. Sim, são muitas categorias mesmo, incluindo Elite, Rx, Times, Scaled, e as categorias adaptadas de pé ou sentado também em Rx ou scaled.

Esse ano apenas Lari Cunha, da Caveleiros CtossFit, conseguiu se classificar na categoria elite. Já é o segundo sancionado dela nessa temporada que também disputou o Dubai CrossFit Championship. Em Dubai ela obteve uma 15a colocação. No Wodapalooza, terminou na 19a colocação. Sua melhor colocação numa prova foi um 11o lugar na prova Nine Lives.

Gui Malheiros, também da Cavaleiros CrossFit, teve problemas nos seus vídeos e não conseguiu se classificar para a categoria elite. Ele competiu na categoria Rx e, numa competição de recuperação, ele saiu da 13a colocação no final do primeiro dia para campeão da categoria Rx do evento.

Entre os teens, Luiza Marques, da Park 78 CrossFit, que já disputou 3 CrossFit Games, competiu pela última vez na categoria 16-18 anos e conseguiu um belo 2o lugar. Bia Clemente, da Pam CrossFit, fez a sua estreia em uma competição internacional. A campeã absoluta no TCB 2019 sofreu um pouco e acabou na 13a colocação.

Na categoria youth 13-15 anos masculino também tivemos dois atletas. Gustavo Pusch, da CrossFit Frattelli, começou bem com uma 7a colocação geral. Ele tem boas chances de ir aos Games esse ano na categoria 14-15 anos. Daniel Oliveira, da CrossFit 1530, também disputou essa categoria e terminou na 12a colocação. Daniel também tem chances de ir aos Games, mas na categoria 16-17 anos, pois já terá 16 a época dos Games.

Na categoria adaptada Rx em pé feminino, Luciane Silva, da Base Natal, finalizou o evento na 9a colocação geral.

Também tivemos atletas distribuídos em outras categoria. Bruno Almeida, da DogTown CrossFit, disputou o intermediário masculino e ficou com a 12a colocação. Fernanda Fontoura, da CrossFit Armed, ficou na 19a colocação no scaled feminino e o Time Amazonia, da CrossFit Ponta Negra, disputou o scaled e ficou na 57a colocação geral. Ivan Curbage, da CrossFit lagoa, terminou o iniciante masculino na 14a colocação e Fernanda Alves Curbage terminou a categoria iniciante feminino na 4a colocação geral. Josiane Silva, da CrossFit Shark City, ficou em 4o lugar na categoria adaptado de pé scaled.

Outros atletas se classificaram, chegaram a fazer a inscrição mas não foram e outros nem fizeram a inscrição. Éder Costa na categoria master 35-39, Miguel Roo na categoria youth 13-15 não conseguiu financiamento para se inscrever, Danielle Montes acabou não disputando categoria scaled adaptado em pé, Ricardo Allgayer também não compareceu para disputar a categoria adaptada scaled em pé e Luan Tonelli não disputou o inciante masculino.

O próximo evento sancionado, o Brazil CrossFit Championship, ocorrerá em São Paulo de 06-08 de Março e com brasileiros com chances reais de ganhar uma vaga aos CrossFit Games 2020.

Enable Notifications    Ok No thanks