Beta alanina um aliado na atividade física de alta intensidade

Compartilhe

Na entrevista para Joe Rogan, Mathew Fraser, pentacampeão dos CrossFit Games, comentou que usa bastante beta alanina. Por isso falamos com o Dr. Paulo Asaiag para ele tratar desse assunto para a gente. Segue:

Durante a atividade física, principalmente de alta intensidade, que utiliza a via glicolitica-anaeróbica, ocorre produção de íons H+ aumentando a acidez intramuscular, que altera o PH celular. Esse acumulo de metabólitos dentro do tecido muscular é o causador da sensação de “queimação” experimentada por alguns praticantes, levando a fadiga muscular e consequentemente redução na geração e manutenção da força durante a pratica esportiva.

A beta alanina é um aminoácido não essencial, produzido pelo organismo, e sem efeito proteinogênico o qual não auxilia na construção muscular por não participar da síntese proteica. Esse suplemento tem seu potencial efeito ergogênico por reduzir a acidez provocada pelo H+, postergando a fadiga e permitindo a continuidade do exercício em um volume maior de treino. Esse efeito da beta blanina se dá pelo aumento dos níveis de carnosina, um dipeptídeo formado por Histidina e Beta Alanina que possui efeito tamponante intramuscular.

A carnosina, na verdade, é a grande responsável pelo efeito benéfico no exercício, porém é necessário suplementar seu precursor a beta alanina, pois a carnosina, quando suplementada via oral, é metabolizada antes de atingir o músculo.

Os benefícios na performance da suplementação da beta alanina ocorre pela uso crônico. Doses diárias de 3 a 6 gramas mostram aumentar 20% a 30% nos níveis de carnosina em 2 semanas. Entretanto, partir da 4ª semana de uso contínuo percebe-se aumento significativo da carnosina intramuscular, que atinge 60% a 80% em 10 semanas.

São mais evidentes os benefícios em exercícios de estímulos entre 1 a 4 minutos como crossfit, natação (100-200m), remo (2000m), corrida(800m), e musculação (dependendo do tipo de treinamento). O efeito da beta alanina em exercícios de endurance não está claro, mas alguns competidores utilizam pois se sentem estimulados pela parestesia (formigamento/coceira) causada pela suplementação.

A beta alanina é um suplemento extremamente seguro e eficiente, com alto nível de evidência cientifica. O único efeito adverso mais comum associado ao seu uso é a parestesia, que se dá pelo estimulo das terminações nervosas na pele, principalmente com o uso em doses maiores. Os relatos de formigamento são mais comuns na região do pescoço, rosto e mãos. Apesar do efeito não trazer maleficio à saúde, pacientes que se incomodam podem fracionar a dose total ao longo do dia.

Silva,C.M. el al. Efeito da suplementação de beta-alanina em atletas praticamentes de atividade física e sedentários. Revista Brasileira de Prescrição e Fisiologia do Exercício, São Paulo. v.9. n.56. p.575-591. Nov./Dez. 2015. ISSN 1981-9900.

Hobson, R.M. et al. Effects of b-alanine supplementation on exercise performance: a meta-analysis. Amino Acids (2012) 43:25–37. DOI 10.1007/s00726-011-1200-z

Artioli,G.G. et al. Role of A-Alanine Supplementation on Muscle Carnosine and Exercise Performance. Official Journal of the American College of Sports Medicine. 2010.

Close G.L. et al. New strategies in sport nutrition to increase exercise performance. Free Radic Biol Med. 2016 Feb 5. P.0891-5849.

Baguet AGUET A. et al. Beta-alanine supplementation reduces acidosis but not oxygen uptake response during highintensity cycling exercise. Eur J Appl Physiol. V.108, n°3, p.495-503. Feb; 2010.

Hoffman J. et al. Effect of creatine and beta-alanine supplementation on performance and endocrine responses in strength/power athletes. Int J Sport Nutr Exerc Metab. V.16, nº4, p.430-46. Aug; 2006.

STOUT J.R.; CRAMER J.T.; MIELKE M.; O’KROY J.; TOROK D.J.; ZOELLER R.F. Effects of twenty-eight days of beta-alanine and creatine monohydrate supplementation on the physical working capacity at neuromuscular fatigue threshold. J Strength Cond Res. V.20, nº4, p.928-31. Nov. 2006.

DERAVE W.; EVERAERT I.; BEECKMAN S.; BAGUET A. Muscle Carnosine Metabolism and β-Alanine Supplementation in Relation to Exercise and Training. Sports Medicine. V. 40, nº3, p.247-263. March. 2010.

Paulo Eduardo Asaiag
Formado em Educação Física pela PUCPR
Formado em Medicina pela Faculdade Evangélica Mackenzie do Paraná
Pós Graduado em Medicina do Esporte e Nutrologia
Contato (41) 98437-6440

Enable Notifications    OK No thanks