Gui, Pedro, Victória, Júlia e Ribeirão Preto conseguem a vaga para os 2022 NoBull CrossFit Games

Compartilhe

Que final de semana incrível! Foram 3 dias de constantes mudanças no leaderboard do Copa Sur @cfcopasur mas que, no final, nos deu 4 vagas no individual e 1 time dentro dos Games esse ano. Isso mostra a força que o esporte tem no Brasil e como estamos crescendo ano após ano. Quem sabe não é hora

Tínhamos uma certeza entrando nessas semifinais: uma vaga era do Gui Malheiros @guimalheiros162. E depois do primeiro dia, com a vitória na prova de corrida e natação, uma prova que quase ninguém acreditava que ele venceria, pensávamos que ele ganharia todas as provas. Isso não aconteceu pois ele acabou ficando com um terceiro lugar na prova 4, um 2o na prova 5 e um 12o lugar na última prova. isso foi de certa forma um anticlímax, pois a prova 6 ainda tinha uma final pela frente. Mas ainda assim ele levou o Copa Sur, levou a vaga e ainda levou todos ao delírio ao quebrar o recorde fazendo 162 kg no prova de complex.

A segunda vaga ficou com uma dos atletas mais queridos do Brasil: Pedro Martins @pedropbmartins. Isso ficou claro ainda mais no final quando os outros brasileiros se uniram e pularam junto dele comemorando a classificação no anúncio oficial. Ele não ganhou nenhuma prova. Na verdade, a melhor colocação foi o 5o lugar em três provas. Mas ele também não foi muito mal em nenhuma e a consistência dele o levou aos Games. Ele já começou o segundo dia com o 2o lugar e se manteve até o final. Na última prova, ele precisava ir para a bateria final e não ficar na frente ou não muito atrás de Agustin Richelme. Por apenas 1 segundo…1 segundo ele ficou com o 10o tempo na primeira parte da prova. Por um mísero segundo ele foi para a final. Por um belo segundo ele garantiu o 5 lugar no evento 6. Aí não teria mais o que pudesse ser feito. Ele estava nos Games.

Victória @vicfiamma013 era uma das favoritas. Ano passado ela ficou na 3a colocação após o BCC online e em 5o no Last Chance Qualifier e veio com muita vontade esse ano. E não deu outra. Eu falei com a mental coach dela e ela me falou que o problema seria a corrida no primeiro dia. O objetivo era terminar o primeiro dia no top 5. Ela ficou em quarto. Com isso, ela estava certa que a vaga seria dela. E não deu outra. A atleta que morava em Hong Kong, disputou alguns Pacific Regionals, se mudou para os EUA, virou coach da Mayheem e, apesar de só ter ganhado a última prova do Copa Sur, mostrou a consistência necessária para levar a vaga e ficar no topo do pódio.

Júlia Kato @juhkatoo começou o CrossFit em 2018 apenas, virou coach e disputou seu primeiro TCB já por times em 2020 terminando na 11a colocação. Sua estreia ano passado no individual já impressionou a todos com um 4o lugar geral. Mas o que vimos esse final de semana foi um desempenho excepcional em algumas provas (um primeiros, um segundo e um quarto) e outros não tão bons (um 10, um 13o e um 12o). E foi apenas na última prova que ela garantiu sua vaga. Ela estava na quarta colocação geral e viu a segunda colocada cair na primeira eliminação, a terceira colocada cair na segunda eliminação e ela ir até o final. Sua felicidade era tamanha nos rounds finais que este que aqui vos escreve acreditava que ela sabia já que tinha garantido a vaga. Quando lhe perguntei quando que ela soube que tinha se classificado que ela se tocou que tinha feito o suficiente e se emocionou muito muito muito.

Eu acreditava que o time do Q21 @q21team ia levar todas as provas menos a prova de snatch. Quase acertei. Eles ficaram em terceiro também na prova de legless e thrusters. De resto, eles dominaram o Copa Sur, como era esperado, ao ganhar as outras 4 provas. O time volta, portanto, aos CrossFit Games esse ano com apenas uma substituição em relação ao time que ficou na penúltima colocação no ano passado.

Já a segunda vaga ficou com o time que não era o favorito após as quartas de final. Pelo menos nem eu os havia colocado até saírem as provas. Contudo, assim que as provas saíram eles já entraram como um time que com certeza deveríamos prestar muita atenção. A CrossFit Ribeirão @crossfitribeiraopreto tem tradição em competições de times já tendo ganhado o TCB. De fato, foi essa experiência em times que fez toda a diferença para eles e foi essencial para eles conseguirem a vaga para os CrossFit Games desse ano.

Essa é a melhor atuação do Brasil em qualquer regional, sancionado ou semifinal em sua história. Os brasileiros deram um show, na arena como atletas, na arquibancada assistindo e por trás do evento organizando. Parabéns a todos e todas. Vamos comemorar e vamos torcer muito nesses 2022 NoBull CrossFit Games.

Subscribe for notification